Desde: 01.06.2011

Desde: 01.06.2011
BOM LEMBRAR: André Luiz - ‘Os Mensageiros’: “O que nos deve interessar, todavia, é a semeadura do bem. A germinação, o desenvolvimento, a flor e o fruto pertencem ao Senhor.” (Paulo e Estevão. Emmanuel/JC): “O valor da tarefa não está na presença pessoal do missionário, mas no conteúdo espiritual do seu verbo, da sua exemplificação e da sua vida”. Emmanuel: “O tédio é sempre filho da incompreensão dos nossos deveres.”. “[...] o desencanto constitui-se um veneno da imprevidência e da irresponsabilidade”. “[...] valiosa é a escassez, porque traz a disciplina. Preciosa é a abundância porque multiplica as formas do bem”. “[...] a permanência na terra decorre da necessidade de trabalho proveitoso e não do uso de vantagens efêmeras”. “Jamais atingiremos nossos objetivos torturando chagas, indicando cicatrizes, comentando defeitos ou atirando espinhos à face alheia. Compreensão e respeito devem preceder-nos a tarefa em qualquer parte.” (Emmanuel) "Tudo que a doutrina espirita me ensinou é que precisamos nos renovar sempre." (Chico Xavier).

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Reflexão: Relacionamento Distraído? (Cibele)


Trecho retirado da obra “Crônicas de uma vida a ser escrita” de Cibele Manu

[...]

Estava lendo umas coisas, relendo conversas nossas e pensando... refletindo sobre tudo o que vem acontecendo, se afirmando e reafirmando em nosso relacionamento "distraído"... parei para pensar nas coisas que sempre desejei e sonhei em um relacionamento e o que sempre tive....

Do passado, nada foi um dia como havia sonhado... tudo o que eu procurei a vida inteirinha, não tive...

Nunca fiz questão de muita coisa material... Não é isso que faz a minha cabeça...

Eu não preciso formalizar algo para provar que sou sua mulher.... você me faz sentir que sou sua mulher, que sou sua! E eu serei, sempre, pois é o que está em meu coração hoje, basta ser e viver.

Você pode fazer qualquer coisa, desde que seja com VERDADE, que ela não seja somente para mostrar o nosso compromisso ao mundo, só isso já ficaria feliz, pois saberia que há AMOR.... E se você falasse, por um acaso sobre nós, que fosse com felicidade e não por mera formalidade. Não quero exigir-te fidelidade, pois creio que fidelidade e amor ninguém obriga nem agradece; creio que quando existe um destes sentimentos muito forte, o outro complementa espontaneamente, sem obrigações, sem cobranças. A lealdade é fruto desta união e é isso que me interessa.

Dispenso dar satisfação aos outros sobre nós, pois se for para mostrar aos amigos e familiares como estou feliz, basta que me enxerguem... quem me conhece não precisa disso e quem não me conhece não me importa… os meus amigos e familiares sabem que eu encontrei o amor, só pelo brilho nos meus olhos.

Nunca quis um relacionamento para formalidades, cerimônias... sempre quis um companheiro que fizesse da nossa rotina uma grande alegria e da nossa cama uma festa. Que não me dê presentes caros, que me dê sorrisos... também, nunca quis um namorado para me acompanhar nos rituais natalícios e reuniões de família, sem a menor vontade, só porque PRECISA estar ali.

Eu sempre quis um parceiro, que mesmo no final do campeonato de futebol, com a sua equipe em campo me dissesse “Vamos! Eu assisto ao jogo com os teus primos – adversários!”. Percebes a diferença?

Parceria pode ser absolutamente oposta aos relacionamentos impostos, mesmo que não devesse nunca ser assim.  Eu quero um companheiro que me deixe um bombom debaixo do travesseiro para quando eu chegar… que não me faça declarações com um helicóptero, mas que me diga, todos os dias, baixinho ao pé do ouvido, o quanto eu sou importante e o quanto me ama, que me surpreenda nas coisas mais simples...

Não quero um namorado para posar comigo nas fotos, para me levar em eventos. Eu quero um companheiro para produzirmos boas lembranças, para ser, um dia, aquela foto que dá saudade, de um momento rotineiro na varanda… um companheiro para depois de algum evento venha perguntar “E agora, vamos nos esticar aonde?”.

Não quero um namorado que só fique à minha espera na sala do pronto socorro, eu sempre quis um companheiro que me fizesse um chá quando eu estivesse com gripe. Isso é cuidado, zelo, e relacionamento verdadeiro, infelizmente, às vezes é outra coisa. Portanto, não se relacione comigo apenas, mais do que isso: VIVA ao meu lado.

Não quero alguém para cumprir os protocolos. Eu quero um companheiro, para quebrarmos todos eles!

Não quero alguém para envelhecer comigo. Eu quero um COMPANHEIRO que me ajude a manter o meu espírito sempre jovem. Um companheiro que envelheça junto comigo e que ria dos meus cabelos brancos…

Eu nunca quis um namorado para ter que fazer sexo 3 vezes por semana (queria mais kkkkkkk), eu sempre quis um companheiro que me levasse para a cama quando eu adormecesse no sofá.

Nunca quis estar com alguém só para brindar. Eu sempre quis um companheiro para abrir uma garrafa quando o dia tiver sido péssimo, que entendesse o meu cansaço e que me oferecesse o ombro para descansar.

Não precisas fazer massagens tântricas nos meus pés, apenas deixa-me esticar as pernas por cima das tuas…

Sempre quis um companheiro para crescermos juntos, um companheiro para conquistarmos o mundo, para construirmos um mundo nosso... para nos bastarmos num dia chuvoso. Para sermos felizes a comer macarrão com ovo! Para rirmos quando os problemas apertarem… e para querer dividir a alma, a vida e os medos quando a noite chegar, os abraços, o céu, as estrelas, no nosso espaço e por todas as galáxias… que me deixe ser o astro no seu sistema solar!

Mas não precisa ser eterno. Eu só quero que seja verdadeiro enquanto durar. E que esse durar, seja leve, enquanto eu respirar.”

6 comentários:

Anônimo disse...

Legal que propõe a demonstração amor, companheirismo no dia a dia alimentando de maneira mais saudável q grandes e raros feitos

Anônimo disse...

Uma perspectiva interessante, informal, extrema cumplicidade, sem cobrança, liberta e ao mesmo tempo intensa.

Anônimo disse...

O texto transmite a cada linha, toda paixão envolvida e a sinceridade de cada palavra escrita.

Anônimo disse...

A CADA palavra... desnuda o que está inserido na alma de quem escreve. Lindo texto! Realidade almejada por muitos!��

Valdenia disse...

O texto nos passa uma alma com um crescimento espiritual, uma maturidade, uma sede de amor, cumplicidade e uma entrega sem limites. Vivendo o hoje!

Anônimo disse...

Ainda que nao concorde com tudo, o texto fala bem o que devemos buscar em um relacionamento. Conceitos e moldes estabelecidos pela sociedade não sao a "fórmula" de amor perfeito. O texto mostra isso