Desde: 01.06.2011

Desde: 01.06.2011
BOM LEMBRAR: André Luiz - ‘Os Mensageiros’: “O que nos deve interessar, todavia, é a semeadura do bem. A germinação, o desenvolvimento, a flor e o fruto pertencem ao Senhor.” (Paulo e Estevão. Emmanuel/JC): “O valor da tarefa não está na presença pessoal do missionário, mas no conteúdo espiritual do seu verbo, da sua exemplificação e da sua vida”. Emmanuel: “O tédio é sempre filho da incompreensão dos nossos deveres.”. “[...] o desencanto constitui-se um veneno da imprevidência e da irresponsabilidade”. “[...] valiosa é a escassez, porque traz a disciplina. Preciosa é a abundância porque multiplica as formas do bem”. “[...] a permanência na terra decorre da necessidade de trabalho proveitoso e não do uso de vantagens efêmeras”. “Jamais atingiremos nossos objetivos torturando chagas, indicando cicatrizes, comentando defeitos ou atirando espinhos à face alheia. Compreensão e respeito devem preceder-nos a tarefa em qualquer parte.” (Emmanuel) "Tudo que a doutrina espirita me ensinou é que precisamos nos renovar sempre." (Chico Xavier).

sexta-feira, 2 de junho de 2017

RJ: Espiritismo - Lar de Frei Luiz


A história do “Lar de Frei Luiz” é o resultado do entrelaçamento de duas personalidades que souberam, sob o amálgama do amor, materializar e edificar uma seara de luz. Uma história de muitos desafios, onde prevaleceu a determinação do nosso fundador, Luiz da Rocha Lima, que soube concretizar na matéria, o que Frei Luiz havia plasmado nas esferas espirituais.
Quando voltamos no tempo para o dia de 29 de Junho de 1947, encontramos as premissas básicas de fundação do “Lar de Frei Luiz“: Ser uma obra de natureza filantrópica, tendo como atividade principal a manutenção de um educandário para crianças necessitadas.

O sonho de Frei Luiz, a realização de uma obra de verdadeira beneficência, encontra eco e sintonia ao se manifestar após seu desencarne em orientação ao Dr. Luiz da Rocha Lima. Sob sua égide de nobres propósitos, inspira o então presidente do grupo “Cenáculo Espírita Cristo Consolador “, numa memorável reunião em 29 de junho de 1947, para que se aprofundasse no amparo às crianças necessitadas. Neste momento fica estabelecida e traçada, a vocação desta parceria de luz dando ao Lar de Frei Luiz, o alicerce básico e principal de sua organização: a prática da caridade.
Nos primeiros tempos, a idéia fundamental da nossa organização seguiu o foco norteador de prestar assistência à infância desamparada, e como fiel servidor e apóstolo do bem, Dr. Luiz da Rocha Lima, sem poupar esforços, com o apoio incansável de sua esposa Astéria, segue o seu nobre mandato e materializa os desígnios do alto, como queria Frei Luiz .

Após o desencarne do Dr. Luiz da Rocha Lima, sua sucessão se dá por companheiros que já compartilhavam os trabalhos da Casa, primeiro o Dr. Ronaldo Gazolla, em seguida a sua esposa Dra. Helena Mussi Gazolla e, mais recentemente, em 2011, o Sr. Wilson Vasconcelos Pinto.
Os pilares da Obra foram fielmente mantidos e revigorados através do tempo e, todos os irmãos que nesta casa trabalham se empenham em fazer o seu melhor, praticando a Caridade pela Caridade.
Nossa Instituição vive de doações principalmente de pessoas físicas, simpatizantes da nossa Obra, e graças a esses irmãos, consegue manter hoje serviços à Comunidade, totalmente gratuitos, visando a proteção da criança, do adolescente e do idoso, assim como as suas famílias carentes.

Frei Luiz nasceu em 29 de junho de 1872 na aldeia de Marienfield, região de Westfalia, Alemanha e morreu em 08 de abril de 1937, na cidade de Petrópolis com quase 65 anos. Veio para o Brasil em 1894, chegando à Bahia em 10 de julho, como noviço franciscano.
Algum tempo depois, após se recuperar da febre amarela e da tuberculose que contraiu na Bahia, Frei Luiz vai para Olinda, onde termina seu noviciado e vai receber as chamadas Ordens Maiores de Subdiácono e Diácono em Recife. A saúde precária faz com que a sua transferência seja recomendada para um local de clima mais saudável, o que o faz seguir para Petrópolis em 1900, onde se dedica a orientar, auxiliar e visitar todos os necessitados da região.

Seu trabalho no campo religioso, como sacerdote franciscano, foi maravilhoso e lhe granjeou o carinho e a gratidão de todos que o conheciam. Devido a sua pureza, bondade e ligação com Deus, Frei Luiz se tornou um canal através do qual podia fluir o auxílio divino aos que mereciam. Muitas de suas bênçãos se transformavam em passes curadores.
Dominando perfeitamente o português, Frei Luiz, em 1905, dedica-se ao estudo da vida de seu protetor, Antônio de Pádua e escreve “Vida e Culto de Santo Antônio”, que recebeu elogios até do grande poeta e literato Conde de Afonso Celso.
Foi também professor da escola primária São José, mantida pelos franciscanos e lecionou Dogmática e Direito Canônico no Seminário Franciscano de Petrópolis. Seus sermões eram ouvidos com grande atenção por todos, inclusive pelos intelectuais. Frei Luiz foi alvo de muita perseguição e muitos atentados. Enquanto conservou a consciência, falou de amor e caridade, sendo essa sua grande mensagem.

O coração de Frei Luiz deixou de bater próximo às 23:00 do dia 08 de abril de 1937. O seu enterro parou Petrópolis.
No dia seguinte à sua morte levaram seu corpo da enfermaria para o convento onde romarias de fiéis foram vê-lo pela última vez. Frei Luiz sempre foi para todos um amigo, um confessor e um conselheiro de todas as classes sociais.

NOSSOS SERVIÇOS
ATENDIMENTO ESPIRITUAL
(21) 3539-9539
ATENDIMENTO ADMINISTRATIVO
(21) 3539-9550
(21) 3539-9547
(21) 3539-9537
(21) 3539-9543
(21) 3539-9539
(21) 3539-9515
ENDEREÇO
Estrada da Boiúna, 1367 – Taquara - Jacarepaguá - Rio de Janeiro – RJ - Brasil
ATIVIDADES SOCIAIS
» Ambulatório médico
O ambulatório social Amélia Piccolotto foi fundado em 1977.
O público alvo é composto, em sua maioria, por moradores da região.
Sua equipe médica é composta por profissionais voluntários de diversas especialidades, entre elas: clínica médica, ginecologia, pediatria, etc.
Sua estrutura conta com um dispensário de medicamentos que são obtidos através de doações à Instituição. Os medicamentos são distribuídos ao público mediante apresentação de receita médica.

» Apoio à jovem gestante
O Projeto Maria da Luz foi implementado em 1994.
São atendidas gestantes, adolescentes e mulheres adultas, que residem em Comunidades do entorno da Instituição.
As reuniões sócio-educativas são mensais e contam com a participação de convidados de diversas formações especializadas: Psicologia, Ginecologia e Obstetrícia, Enfermagem, Pediatria, Serviço Social, e outros.
São realizadas orientações e encaminhamentos pelo Serviço Social da Instituição.
Durante as reuniões são distribuídos peças de enxoval para o futuro bebê.

» Bazar
No nosso Bazar vendemos os produtos que recebemos em doação e não temos necessidade de utilizar em nossa Casa. É dessa forma que arrecadamos grande parte dos recursos necessários à manutenção da Instituição e de todos os serviços assistenciais que prestamos aos mais necessitados.
Você pode ajudar doando roupas, móveis, utensílios e objetos que não lhe sirvam mais ou ainda vindo ao Bazar e comprando os produtos que estão disponíveis.
Temos grande variedade de móveis residenciais, móveis de escritório, eletrodomésticos, objetos de decoração, brinquedos, roupas femininas, masculinas, infantis e de bebê, além de grande sortimento de vestidos de noiva.

» Cestas Básicas
O Projeto Maria da Paz foi implementado em 1984.
Atualmente, a Instituição tem parceria com o Centro de Referência de Assistência Social- CRAS Machado de Assis, que promove o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos – SCFV com a população cadastrada no Projeto.
Na reunião mensal sócio-educativa são abordados temas relevantes à saúde e aos direitos do público assistido. São distribuídas 125 (cento e vinte e cinco) bolsas de alimentos para famílias cadastradas.
Obs: As inscrições estão suspensas, temporariamente, devido grande demanda na lista de espera.

» Creche

A Creche Escola Mãe Astéria foi fundada em 11 de Abril de 1969.
A equipe é composta por, aproximadamente, 35 funcionários.
A Creche atende, gratuitamente, 224 crianças com faixa etária de 0 ano a 3 anos e 11 meses, que residem em Comunidades do entorno da Instituição. O atendimento é em horário integral, do Berçário ao Maternal II.


» Educandário
» Lar para idosos
A Casa de Felipe – Instituição de Longa Permanência para Idosos – foi fundada em 23 de Setembro de 1991, e tem como objetivo acolher idosos, de ambos os sexos, com faixa etária igual ou acima de 60 anos, em situação de vulnerabilidade social.
Os idosos residentes são acompanhados por Equipe Multidisciplinar. São desenvolvidas atividades sócio-ocupacionais, recreativas e culturais. A Instituição trabalha em consonância com o Estatuto do Idoso.


» Pessoas portadores de necessidades especiais

O Projeto Meimei foi implementado em 19 de Agosto de 1991.
O público alvo é composto de 20 portadores de necessidades especiais, que residem em Comunidades próximas a Instituição.
As atividades do Projeto acontecem 4 vezes na semana, no horário de 08:30 às 16:00 horas, período em que os jovens e adultos participam de atividades socializadoras e pedagógicas, tais como Oficina de dança, Artesanato, Educação Física, e outros.

» Projeto socio educativo em meio aberto

O Projeto complementar “Ocupando Espaços”, foi implementado em Março de 2008.
Tem como objetivo contribuir para o desenvolvimento integral de crianças e adolescentes, valorizando suas potencialidades individuais e coletivas, através de atividades educativas, culturais, esportivas e sociais.

O Projeto atende, gratuitamente, em dois turnos (manhã/tarde), 240 crianças e adolescentes, com faixa etária de 4 a 16 anos, matriculados na Rede Pública de Ensino e que residem em Comunidades do entorno da Instituição.
Sua Equipe Multidisciplinar conta com, aproximadamente, 15 funcionários e 20 voluntários, que desenvolvem atividades específicas e de apoio.


Fonte: http://www.lardefreiluiz.org.br/historia/

Nenhum comentário: